Flavia Francischini se torna madrinha do Movimento Comunitário de Curitiba e RM

Flavia Francischini se torna madrinha do Movimento Comunitário de Curitiba e RM

A presidente do Instituto Fazer o Bem Sem Olhar, Flavia Francischini recebeu, nesta segunda-feira (8), o título de Madrinha do Movimento Comunitário de Curitiba e Região Metropolitana. A homenagem oferecida pela Femoclam ocorreu durante a Sessão Solene realizada na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), em comemoração aos 33 anos da entidade.

 

“Aproveitamos a oportunidade para fazer essa homenagem a quem muito tem trabalhado tanto no seu Instituto, como na função de conselheira da Provopar, pelas comunidades locais, nas mais variadas frentes”, explicou o presidente da Femoclan, Nilson Elisio Pereira. “Vocês me ganharam de graça, porque também tenho um filho autista e o que vocês fazem é incrível. Parabéns”, disse, emocionado.

 

“Me sinto lisonjeada e divido com a Carlise (Kwiatkowski, presidente do Provopar), amiga de longa data e que nos tem levado novamente às ruas para esse trabalho comunitário”, agradeceu Flavia.

 

“Vocês da Femoclam são especiais. São o elo. Os ouvidos da comunidade. Trabalham arduamente para atender as necessidades das suas comunidades, pois sabem o que acontece muitas vezes longe dos olhos do poder público. São vocês que traduzem as dificuldades em iniciativas com um impacto profundo no dia a dia daquele bairro, daquela vila, daquela localidade. Uma calçada, a iluminação, a escola… Situações transformadas por esse trabalho conjunto”, acrescentou a homenageada.

 

“Fico emocionada em ver pessoas e mais pessoas que se dispõem a ajudar. E esse papel que vocês desempenham revela valores e princípios. Parabéns por esse trabalho tão humano e prometo honrar esse título”, acrescentou a nova madrinha.

Foto: Wallace Machado/PSL